• Advertisement

  • CONCURSO PÚBLICO: PF divulga concorrência! Mais de 147 mil se inscreveram a 500 vagas

    14 de setembro de 2018

    20180913151818583269a

     

    A quatro dias das provas, a Polícia Federal (PF) divulgou, nesta quinta-feira (13/9), a concorrência do concurso público com 500 vagas. De acordo com a banca organizadora, o Cebraspe, foram registradas 147.744 inscrições, ao todo. O cargo com o maior número de inscritos foi o de agente de polícia, com 92.671cadastros, seguido pelo cargo de delegado, com 17.816 participações.

     

    Desse total, 1.757 são candidatos com deficiência que concorrem a 27 vagas, e 18.050 são candidatos negros, que concorrem a 100 vagas. Veja a ampla concorrência com detalhes abaixo:

     

    • Agente   -  180 vagas – 92.671 inscritos – concorrência de 514,84 por vaga
    • Delegado – 150 vagas – 17.816 inscritos – concorrência de 118,7 por vaga
    • Escrivão   -  80 vagas – 12.663 inscritos – concorrência de 158,29 por vaga
    • Papiloscopista – 30 vagas – 6.452 inscritos – concorrência de 215,07 por vaga
    • Perito (área 1) – 10 vagas – 2.295 inscritos – concorrência de 229,50 por vaga
    • Perito (área 2) – 5 vagas – 1.186 inscritos – concorrência de 237,20 por vaga
    • Perito (área 3) – 20 vagas – 4.235 inscritos – concorrência de 211,75 por vaga
    • Perito (área 4) – 2 vagas – 1.090 inscritos – concorrência de 545 por vaga
    • Perito (área 5) – 2 vagas – 432 inscritos – concorrência de 216 por vaga
    • Perito (área 6) – 4 vagas – 1.783 inscritos – concorrência de 445,75 por vaga
    • Perito (área 7) – 8 vagas – 3.366 inscritos – concorrência de 420,75 por vaga
    • Perito (área 9) – 4 vagas – 789 inscritos – concorrência de 197,25 por vaga
    • Perito (área 12) – 2 vagas – 1.701 inscritos – concorrência de 850,50 por vaga
    • Perito (área 14) – 3 vagas – 1.265 inscritos – concorrência de 421,67 por vaga

     

    Confira a demanda completa aqui!

     

    Estão em jogo 500 vagas, sendo 150 são para delegado, 60 para perito criminal, 180 agente, 80 para escrivão e 30 para papiloscopista. Os salários iniciais vão de R$ 11.983,26 e R$ 22.672,48, para jornadas de trabalho de 40 horas semanais.

     

    As provas objetivas e discursivas serão aplicadas pelo Cebraspe, no próximo domingo (16/9), às 14h (horário de Brasília), para candidatos aos cargos de perito criminal, agente, escrivão e papiloscopista. As provas terão, no máximo, cinco horas de duração. Já quem concorrer a delegado fará prova objetiva às 8h (horário de Brasília), com duração máxima de quatro horas; os exames discursivos serão aplicados à tarde, a partir das 15h (horário de Brasília), com duração máxima de quatro horas. Veja aqui seu local de prova.

     

    Novas datas

    A banca já revelou parte do cronograma que o concurso seguirá após a aplicação dos testes no domingo, como as novas datas de divulgação dos resultados e do TAF. Saiba mais sobre as novas datas e ainda leia dicas para a reta final dos estudos em Especialista dá dicas de informática: “A matéria mais importante da PF” 

     

    O concurso

    O cargo de delegado exige que o candidato tenha graduação em direito e comprovação de três anos de atividade jurídica ou policial. Já quem tem interesse nas vagas para perito deve ter graduação em ciências contábeis, ciências econômicas, engenharia (elétrica, eletrônica, de telecomunicações, de redes de comunicação, agronômica, química, civil, florestal, da computação), análise de sistemas, ciências da computação, informática, química industrial, química, medicina ou farmácia. Os demais cargos são para graduados em qualquer área de atuação superior. Além disso, é necessário Carteira Nacional de Habilitação, no mínimo, na categoria B.

     

    Os interessados deverão ser aprovados em nove etapas de avaliação para conseguir uma vaga no órgão, estas etapas são: prova objetiva, prova discursiva, exame de aptidão física (barra fixa, impulsão horizontal, natação e corrida de 12 minutos), prova oral (somente para delegado), prova prática de digitação (somente para escrivão), avaliação médica, avaliação psicológica, avaliação de títulos (para os cargos de delegado e perito criminal), e curso de formação profissional.
    O site de Concursos conversou com três especialistas que avaliaram o novo edital e disseram quais as leis deverão ser mais estudadas, quais devem ser decoradas e quais exigem interpretação, além de darem dicas diretas de preparação sobre as disciplinas que vão ter mais peso nas provas. Confira em: Especialistas dão dicas de estudo da PF e alertam para “peguinhas” do Cebraspe

  • Banner BlackHawk!

  • Banner PoliceShop

  • Banner Source

  • Banner WileyX

  • Banner Zistos