• Advertisement

  • CRIMINALIDADE: Corpo de motorista da Uber morto é enterrado na zona sul de São José

    11 de agosto de 2017

    Polícia investiga morte de motorista da Uber em São José do Campos (Foto: Arquivo pessoal)

    O corpo do motorista da Uber encontrado morto foi sepultado na manhã desta quinta-feira (10) no cemitério Colônia Paraíso, região sul de São José dos Campos. O enterro de Marcos de Farias, de 29 anos, foi marcado pela comoção de parentes e amigos e pelo protesto feito por motoristas cobrando mais segurança.

    Marcos estava desaparecido desde a madrugada de segunda-feira (7). Ele saiu para fazer corridas no fim da tarde de domingo e manteve contato com a família até a madrugada. Desde então, a família e a polícia se mobilizaram em busca de Marcos. O corpo dele foi encontrado em uma fazenda na Vila São Bento.

    Cerca de 200 motoristas que trabalham como Uber na cidade fizeram um comboio até o cemitério municipal Colônia Paraíso, na região sul. Eles cobram respostas sobre o caso e segurança. Marcos foi enterrado por volta das 9h.

    Eduardo Moreira é motorista pelo aplicativo há seis meses e diz que o sentimento dos amigos é de revolta. Eles conta que os motoristas mantêm um grupo para trocar mensagens e avisar quando fazem corridas a regiões periféricas na tentativa de evitar situações como a de Marcos.

    “A gente tentou se ajudar, nos esforçamos para alertar a polícia, a prefeitura e a Uber para evitar dores como essa, mas não conseguimos. O nosso sentimento é de revolta em ver uma pessoa que estava trabalhando e tão jovem perder a vida assim. Isso não pode acontecer”, disse.

    Investigação

    Segundo a Polícia Civil, o corpo foi encontrado com sinais de violência na cabeça. Também foi encontrado parte de um cinto de segurança, o que teria servido para estrangular a vítima.

    Policiais da Delegacia de Investigações Gerais apuravam o desaparecimento do jovem desde a segunda-feira (7). O último contato dele com a família tinha sido na madrugada, por volta das 2h dizendo que estava tudo bem. Ele havia saído de casa por volta das 15h de domingo (6) para fazer corridas pelo aplicativo. Ele trabalhava como motorista há cerca de três meses, após ter saído da Embraer.

    Os radares da cidade apontavam que os dois últimos registros do veículo foram na Teotônio Vilela, ainda no domingo, e depois em uma rua na região sul, próximo da casa onde morava com os pais. Na noite desta terça-feira (8), o carro usado por ele foi encontrado no bairro Vila São Bento.

    No veículo, a polícia não havia encontrado pistas do paradeiro de Marcos. Porém, durante a perícia, perceberam que o cinto de segurança havia sido cortado. Também foram colhidas digitais e encaminhadas para análise. Nesta teça, a polícia localizou o corpo da vítima em uma fazenda também na região onde o carro foiencontrado. A Polícia Civil investiga o caso em busca de suspeitos de terem cometido o crime.

  • Banner BlackHawk!

  • Banner PoliceShop

  • Banner Source

  • Banner WileyX

  • Banner Zistos