• Advertisement

  • NOVO GOVERNO: Ibaneis convida delegado da PF para Segurança e quer primeira mulher no comando da Polícia Militar

    8 de novembro de 2018

    Anderson Torres aceitou convite e será secretário de Segurança, diz assessoria. Coronel Sheyla Soares assumirá o Comando-Geral da Polícia Militar.

    sem-titulo

    O delegado da Polícia Federal Anderson Torres foi anunciado nesta quarta-feira (7) como futuro secretário de Segurança Pública do Distrito Federal. O nome foi confirmado pela assessoria do governador eleito do DF, Ibaneis Rocha (MDB), na noite desta quarta-feira (7).

    Anderson Torres, atualmente, é chefe de gabinete do deputado federal Fernando Francischini (PSL-PR), ligado ao presidente da República eleito Jair Bolsonaro (PSL).

    Mais cedo, Ibaneis havia afirmado que a chefia da Segurança Pública da capital teria de “priorizar os Direitos Humanos”. A declaração foi dada logo após almoço com o presidente da República, Michel Temer, no Palácio da Alvorada.

    Segundo o governador eleito, o delegado da PF é alguém ”de extrema confiança do presidente eleito [Jair Bolsonaro] e do Sérgio Moro”.

    Comando-Geral da PM

    O político também anunciou que a coronel Sheyla Soares Sampaio será a Comandante-Geral da Polícia Militar do DF. Se a nomeação se concretizar em janeiro de 2019, ela será a primeira mulher a comandar a corporação na história da capital federal.

    Durante o mandato do governador Rodrigo Rollemberg (PSB), em 2015, a coronel Sheyla era a única mulher a comandar um batalhão operacional. Na época, ela geriu o 1º Batalhão da Polícia Militar do DF – grupamento responsável pelo monitoramento de locais como a Asa Sul e o Parque da Cidade.

    Governo de transição

    Na manhã desta quarta (7), foi publicada no Diário Oficial a primeira lista de nomes indicados por Ibaneis para compor a equipe de transição. Os seis indicados vão receber salário de até R$ 8,9 mil por mês.

    O primeiro nome é o do futuro secretário de Fazenda, André Clemente. Outro é o da advogada Denise Andrade da Fonseca, que vai coordenar os planos de gestão das empresas estatais do DF.

    Dos seis indicados, três são filiados a partidos políticos que apoiaram Ibaneis no segundo turno:

    • André Clemente Lara de Oliveira (filiado ao PSDB)
    • Pedro Cardoso de Santana Filho (filiado ao PR)
    • Raimundo Hosano de Sousa Júnior (filiado ao PTB)
    • Denise Andrade de Fonseca
    • Juliana Gonçalves Navarro
    • Mara do Vale Abrahão

    Com essas seis nomeações, Ibaneis tem mais sete nomes a nomear para cargos pagos na transição. O grupo ficará no cargo, pelo menos, até 1º de janeiro de 2019, quando começa oficialmente o mandato de quatro anos do novo governador.

    Além desses indicados, o governador eleito também divulgou os nomes de Ericka Filippelli (MDB) para a Secretaria da Mulher, e do empresário Izidio Santos para a Secretaria de Obras.

  • Banner BlackHawk!

  • Banner PoliceShop

  • Banner Source

  • Banner WileyX

  • Banner Zistos