• Advertisement

  • REFÉNS: Suspeitos de fazer reféns durante roubo são presos na Região Centro-Sul de BH

    9 de fevereiro de 2018

    A polícia prendeu nesta quinta-feira (8) três suspeitos de fazer pessoas reféns dentro de uma casa, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar (PM), eles estavam armados e renderam as vítimas para roubar joias e dinheiro.

    A corporação informou que um jovem chegava à casa de um amigo, no bairro São Bento, para confeccionar fantasias para o carnaval e, ainda no portão, foi rendido por três homens. Eles não se intimidaram com as câmeras de segurança que ficam bem em frente.

    “Eu tinha acabado de chegar na casa, eu estava esperando para abrir o portão e eles pararam o carro e já saíram armados e me rendendo, pedindo para abrir o portão”, contou uma das vítimas.

    O dono da casa é um professor, que estava no computador quando percebeu a movimentação. “A todo momento eles falavam em atirar: eu quero joias, eu quero ouro, onde está o cofre, cadê o dinheiro? Algumas vezes me pegavam pelo colarinho, me levavam lá fora, falavam: mostra onde é que está, mostra onde é que está”, contou o professor.

    Ele, a mulher dele, os dois filhos e outros dois amigos dos jovens também foram rendidos. Todos foram levados para o banheiro da casa e ficaram sob a mira de Lucas César da Silva, de 24 anos, que estava com este revólver calibre 38.

    “Toda hora ele pegava o revólver, ficava brincando com o tambor, rodando assim, falava que se precisasse ele atiraria. Mas os que estavam do lado de fora estavam mais nervosos ainda, a toda hora eles chegavam com ameaças mais fortes, dizendo que estavam dispostos a tudo”, disse o professor.

    Os suspeitos estavam em um carro que, segundo a polícia, também foi roubado. Eles já tinham colocado diversos objetos da família dentro do porta malas do veículo e estavam prontos para fugir, mas foram surpreendidos pelos militares.

    A PM chegou ao local depois de ser acionada por amigos das vítimas. Um dos jovens que estavam na casa conseguiu despistar os bandidos e mandou uma mensagem em um grupo de aplicativo de celular.

    “Eu sabia que meus amigos saberiam o endereço da casa onde a gente estava e mandei uma mensagem pedindo para chamarem a polícia”, relatou o jovem. Foi um dos filhos do professor, que não estava em casa, que abriu o portão para os policiais.

    “As guarnições cercaram a residência lá, começaram a fazer o adentramento tático e localizaram os três indivíduos. (…) Um dos indivíduos estava descendo a escada: foi abordado e detido ali. Um outro em sequência também. E um permaneceu dentro do banheiro. Aí a guarnições parlamentaram com ele, até que ele se entregou também”, informou o tenente Arlindo Márcio Pereira.

    Os três suspeitos foram presos. Victor Alves Barbosa, de 18 anos, passou mal e teve que ser atendido antes de ser levado para a delegacia. Já Ismael Oliveira Pereira, de 19 anos, deixou a prisão há dois dias.

    “É a pior sensação possível. Se você é assaltado na rua, se você é assaltado em um comércio ou no lugar que você trabalha, a sensação é ruim porque você está sendo violentado nos seus direitos, na sua segurança. Mas dentro da sua casa é horroroso, é a pior sensação que eu já senti na minha vida”, afirmou o professor.

  • Banner BlackHawk!

  • Banner PoliceShop

  • Banner Source

  • Banner WileyX

  • Banner Zistos